Ano Novo, Vida Nova

28/11/2014 at 16:30 Deixe um comentário

PraiaCopacabana

Em meio à correria do final de novembro apareceu a inquietação súbita, certeira e barulhenta: “Necessito mudar alguns hábitos para conquistar meus objetivos. Entrarei no ano novo conquistando os meus sonhos, serei finalmente feliz como eu mereço!”

Em alguns minutos possuía todas as certezas necessárias – “Tenho todos os recursos para isso!” “Preciso apenas tomar algumas atitudes e tudo estará encaminhado”. “Necessito mudar de estilo de vida – e isso é bem simples!”

Seria feliz a partir de primeiro de janeiro próximo. Ponto final.

Entrou em dezembro com a autoestima nas nuvens: “Posso tudo, como não fiz isso antes?”

Enquanto corria com os últimos fechamentos do mês, já imaginava um janeiro de luz e aquele novo ano de realizações plenas: “Acho que seria bom perder peso também, por que não?” “Vou me inscrever naquela academia de ginástica, e também naquele grupo de estudos filosóficos que vi outro dia na internet.” “Finalmente vou conhecer Galápagos no ano que vem.” “Vamos fazer aquela viagem para a Disney com as crianças!” “Acho que será bom também planejar mais um filho!” “Também vou resolver aquela pendência de dívida com meu cunhado! Deste ano não passa!!”

“Vou também mudar de emprego, encarar novos desafios, ter novas responsabilidades e ganhar mais!” “OK, vamos então até considerar mudar de país neste novo ano! – o momento é agora!” “Até o meio do ano vamos trocar de carro…” “E também vender aquela casa de praia que nunca vou!”

“Mas o melhor mesmo é que este ano vou terminar este casamento que está empatando a minha vida…!!!”

Na noite de Ano Novo, tomava um bom pileque regado às ideias borbulhantes do espumante gelado. Radiante e otimista como a roupa branca, determinava: “No próximo ano vou passar o Reveillon em Copacabana, e com certeza estarei com um novo amor!”

new year resolutions

Janeiro começou arrastado como uma boa ressaca. De leve, notava as semanas se esvaindo naquela pasmaceira típica de quando todos estão em férias.

Fevereiro entrou devagar insinuando o carnaval. “Começar, finalmente!”

Mas fevereiro foi atropelado por março e abril, pois o ano não está assim tão fácil e a perspectiva é dura. Corria contra o relógio que, implacável, denunciava atraso.

Em maio procurou uma boa academia, plano de 6 meses e falha na frequência nas duas primeiras semanas. Ao final do mês, engordara um pouco mais por excesso de comida, temperada com estresse. Perdeu a carteirinha da academia na bagunça de uma gaveta.

Junho chegou friorento e meio úmido – atípico como sempre.

Se deu conta que não planejara as férias de julho, e sua esposa o infernizava a respeito. E julho passou rápido com as crianças perturbando ao redor. Foi quando se deu conta que caiu mais uma prestação da academia. “Onde mesmo foi que coloquei a carteirinha?”

Entrou agosto amargurado com a certeza de um segundo semestre melhor.

Em setembro se deu conta da primavera através das propagandas da TV. Sentiu o calafrio do final de ano inexorável à sua frente.

Outubro foi muito trabalhoso e nem viu as semanas que passaram voando. Todos os projetos atrasados!! “Como vamos terminar esse ano?” – perguntava seu chefe.

Em meados de novembro fazia planos para o próximo ano: “Necessito mudar alguns hábitos para conquistar meus objetivos. Entrarei no ano novo conquistando os meus sonhos, serei finalmente feliz como eu mereço!”

Dezembro colocou sua autoestima nas nuvens: “Posso tudo, como não fiz isso antes?”

metas e dificuldades

Se você sente que já viu esse filme antes, concordará que não é assim tão simples mudar hábitos e realmente focar naquilo que é muito importante para a nossa felicidade.

Você provavelmente já se sentiu inserido em situações que parecem insolúveis. Provavelmente, já se sentiu completamente só na busca de alguma solução para um problema, já sentiu que provavelmente ninguém mais tem um problema parecido ou tão importante para resolver quanto o seu.

Deve também já ter sentido que suas forças, algumas vezes, parecem não ser suficientes para organizar melhor sua vida.

A pergunta que não vai calar a respeito desta verdade é: Como é possível romper este ciclo vicioso do não cumprimento daquilo que você mais deseja?

Quando isso tudo acontece, o ser humano está usando seu mais peculiar talento: A enorme capacidade de auto boicote!

auto boicote

Veja abaixo as 8 principais características deste talento tipicamente humano:

  • Falta de priorização: “De repente existem tantas urgências e outras coisas para fazer que acabei não me dedicando ao que tinha planejado”.
  • Falta de Foco: “Eu ia começar isso, mas aí surgiu esse novo projeto que tomou todo meu tempo…”
  • Distrações: “Eu precisava estudar para completar o meu TCC, mas tinha que experimentar o novo vídeo game e gastei horas nisso!”
  • Procrastinação: “Isso vai dar um trabalho danado, vou fazer daqui uns dias, ou no mês que vem. Tem tempo!”
  • Posso tudo sozinho, não preciso de ajuda: “Eu não sei como chegar neste endereço, mas não vou parar para perguntar para ninguém, posso achar sozinho o caminho!”
  • Vergonha de ser considerado fraco: “Se eu pedir ajuda a alguém, vou me mostrar frágil e isso vai pegar muito mal para minha reputação!”
  • Procura por objetivos que não são exatamente específicos, alcançáveis, atraentes, factíveis. Objetivos que não dependam 100% de esforço próprio e que não tenham prazo determinado para serem alcançados: “Nunca na vida fiz exercícios físicos regularmente e na verdade odeio isso, mas um dia ficarei em forma – seja lá o que isso signifique realmente!”
  • Confusão e priorização entre custo e investimento: “Esse trabalho para alcançar meus objetivos vai me custar muito esforço, tempo e dinheiro – vou economizar isso e viajar!”

No entanto, existe alguma luz em meio a toda essa história. Será possível construir um círculo não vicioso, mas virtuoso para a realização dos objetivos de prosperidade tão ansiados?

Sem dúvida essa é a melhor notícia. Sim. Isso é perfeitamente possível.

Porém, esse trabalho envolve esforço e disciplina consideráveis por parte do indivíduo. Conseguir lograr seus próprios objetivos de felicidade, realização e prosperidade pode ser considerado como o equivalente a conquistar a medalha de ouro olímpica da sua estada neste planeta.

Necessita muito (mas muito mesmo!) esforço, foco, treinamento, desenvolvimento de competências, investimento, doação de si próprio e disciplina. Além – e principalmente – necessita vontade sólida e uma atitude realmente transformadora.

A seguinte boa notícia é: Existe a possibilidade concreta e acessível para obter ajuda para esse processo!

Uma delas é o COACHING: Este processo nada mais é do que um sólido e confiável apoio para a conquista de objetivos e metas pessoais. Imagine a metáfora do atleta olímpico que almeja sua medalha de ouro. Ele necessita, além do seu próprio esforço, um bom treinador para ajudá-lo a lograr o melhor de si.

banner-life-coaching

“Coach” (em livre tradução – “Técnico” ou “Treinador”) é a denominação de quem presta este serviço, “Coachee” de quem recebe o serviço. O serviço é denominado “Processo de Coaching”.

O Coach apoia o Coachee a construir um caminho focado para alcançar uma meta através de técnicas que envolvem sempre perguntas instigantes e o melhor aproveitamento das fortalezas e oportunidades inerentes ao próprio Coachee. Estabelece planos de ações concretos e factíveis para obter os resultados, de forma a construir solidamente o caminho a ser percorrido para alcançar os objetivos.

Coaching pode também ser chamado de um processo de mudança de hábitos, quebra de paradigmas e seguimento estrito do caminho para os objetivos traçados. Este processo também auxilia a checagem das metas quanto a sua real viabilidade, bem como auxilia a própria construção e aprimoramento dos objetivos de curto, médio e longo prazo.

Através da elaboração conjunta de um caminho lógico e palpável de objetivos e metas intermediárias, o processo de Coaching apoia o Coachee a realmente focar e obter os passos corretos para que suas metas sejam atingidas. Trabalha as demandas eventuais de forma objetiva e clara na direção de facilitar o caminhar para o futuro traçado.

Além disso, o processo promove uma interlocução de alto nível entre Coach e Coachee, de forma a dar parâmetros comparativos para comportamentos, desenvolver a inteligência emocional e as relações interpessoais.

Deve-se salientar que o processo de Coaching é normalmente energético e divertido, criando uma atmosfera de realização e estimulando de forma intensa a auto estima do Coachee, condição fundamental para o sucesso na obtenção de qualquer meta ou objetivo de vida.

Podemos então concluir, que o início de um futuro melhor é a sensação de que está em minhas mãos, no presente, o direcionamento de minha vida para alcançar aquilo que realmente satisfaça meus anseios de prosperidade e significância neste planeta.

Esta sensação é a chama inicial para a mudança transformadora, que deve ser alimentada e cuidada para que se torne realmente o fogo que vai transmutar a realidade atual em algo mais próspero e promissor.

Portanto, esforço, trabalho e investimento são crucialmente necessários tanto quanto ajuda e apoio são disponíveis e acessíveis.

Para 2015, faça planos factíveis e alcançáveis. Use e abuse do apoio profissional para conquistar a prosperidade idealizada em todos os seus sonhos.

Afinal, você não merece essa conquista?

Feliz Ano Novo! Que seja um ano repleto de realizações duradouras e importantes para a sua felicidade!

prosperidade

Anúncios

Entry filed under: Artigos, Atitude, Coaching, Educação Executiva, Liderança. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , .

Afinal, o que é mesmo esse tal de “Coaching”? Como você pode realizar a tarefa de vender – sem se vender?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

novembro 2014
S T Q Q S S D
« out   fev »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: