O Futuro Chegou – 10 tendências da era Pós-Industrial em acordo a Domenico de Masi

04/05/2015 at 21:28 10 comentários

Tive a felicidade de participar na semana passada de uma interessante palestra do Professor Domenico de Masi como parte do programa do REFLETIR BRASIL, iniciativa da Consultoria OCA REFLETIR BRASIL com a participação da Consultoria S3.STUDIUM, da Itália.

Em 2015, o tema do encontro foi UTOPIA E REALIDADE, com foco na qualidade de vida e no trabalho produtivo, de acordo com as exigências da era Pós-Industrial. A programação foi extensa e interessante, e um manifesto (resultado das diversas discussões, será publicado em breve no site: http://www.refletirbrasil.com – vale conferir.

empurra1900

O evento foi aberto com a palestra do Professor Domenico de Masi, uma espécie de “patrono” deste fórum. Animadíssimo e de muito bom humor; apesar do incessante ruído que brotava dos corredores do IED (Instituto Europeu de Design) em Higienópolis – São Paulo; o Professor De Masi brindou a platéia com uma interessante aula de sociologia sobre os períodos Pré-Industrial, Industrial e Pós-Industrial.

Sempre com sua perspicácia (que transparece em todas as suas obras, desde o best-seller “O Ócio Criativo” até o grosso volume chamado “O Futuro Começou”, De Masi foi driblando a precariedade da tradução simultânea do Italiano para o Português e o desconforto do auditório improvisado na bonita área de convivência da Escola. Alertou os Brasileiros sobre a grandeza do papel do país no cenário mundial com dados e brincadeiras inteligentes, sempre irreverente e preciso em suas observações.

Domenico De Masi

Domenico De Masi

De Masi discorreu sobre as características do Pós-Industrial, comentando suas bases intrínsecas, seus benefícios e mazelas. Ele fala com o otimismo daqueles que chegam a sua idade com tanta lucidez e consciência. Em hora e meia, deixou uma lição de claridade, atenção, alegria e perspicácia. Acredito que parte de sua palestra foi um curtíssimo resumo de sua obra bastante profunda chamada “O Futuro Chegou” – tradução de Marcelo Costa Sievers, 1a. edição, Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2014, 768 pgs. Depois, acrescentou suas previsões de futuro e seus conselhos para obter sucesso neste mundo mutante em que vivemos.

Para De Masi, existem 10 tendências para o mundo pós-industrial. Em acordo ás minhas anotações durante a sua palestra, podemos enumerá-las da seguinte forma:

TENDÊNCIA 1 - A LONGEVIDADE

TENDÊNCIA 1 – A LONGEVIDADE

1) LONGEVIDADE:

Seremos 8 bilhões de pessoas em muito pouco tempo. Além disso teremos mais de 1 bilhão de pessoas no mundo com mais de 65 anos e, além de tudo, vivendo com qualidade e felicidade; sendo muito produtivos. Nunca tivemos tanta “massa cerebral” experiente e bem formada sonhando e idealizando um mundo melhor! Novas idéias e visões virão. Teremos muitos benefícios como consequência desta tendência.

TENDÊNCIA 2 - TECNOLOGIA

TENDÊNCIA 2 – TECNOLOGIA

2) TECNOLOGIA

A velocidade já estonteante dos avanços tecnológicos em todas as áreas continuará a se multiplicar. Estaremos muito mais conectados, nossos corpos receberão avanços inimagináveis no campo da medicina e da farmácia, os chips estarão infinitamente mais rápidos, conviveremos com a inteligência artificial e com a interação real entre o homem e a máquina. O mundo será um lugar bastante pequeno e acessível e a telefonia móvel estará avançadíssima comparada com o que temos atualmente.

TENDÊNCIA 3 - ECONOMIA E DISTRIBUIÇÃO DE RENDA

TENDÊNCIA 3 – ECONOMIA E DISTRIBUIÇÃO DE RENDA

3) ECONOMIA:

Até 2030 o mundo terá crescido ao redor de 160% em comparação a 2015. Apesar disso, se o modelo social não se alterar a respeito do domínio do neo-liberalismo (sic), teremos uma maior concentração de riqueza que pode nos levar a consequências catastróficas, com o recrudescimento dos conflitos e das guerras emanadas desta situação de profunda desigualdade. A China será enorme e dominante, o modelo de capitalismo chinês será a nova tônica do mundo produtivo.

TENDÊNCIA 4 - TRABALHO

TENDÊNCIA 4 – TRABALHO

4) TRABALHO:

A produtividade aumentará exponencialmente nos próximos anos. Os horários deixarão definitivamente a divisão entre trabalho e lazer – estremos conectados 24 horas por dia – trabalhadores full time e full place. Teremos também, como consequência da enorme produtividade, um crescente número de “NEETS” (not engaged in education, employment or training). O fenômeno do consumo sem produção será muito maior. A China será a “fábrica” do mundo e a Índia será o “escritório” do mundo; em um fenômeno global de terceirização e trabalho em rede globalizada.

TENDÊNCIA 5 - LAZER

TENDÊNCIA 5 – LAZER

5) LAZER

O tempo livre das pessoas aumentará muito. É necessário iniciar a formação das pessoas sobre o uso de seu tempo livre do ponto de vista da curiosidade intelectual e cultural. Como será possível evitar o tédio, a violência e as drogas? Será preciso emprestar para o restante do planeta o conhecimento que tem o Brasil (e também a Itália e os demais países latinos) sobre rir mais e promover a prosperidade cultural de forma natural e constante.

TENDÊNCIA 6 - UBIQUIDADE E PLASMABILIDADE

TENDÊNCIA 6 – UBIQUIDADE E PLASMABILIDADE

6) UBIQUIDADE E PLASMABILIDADE

Em 2020 seremos uma única praça conectada contendo todo o ódio e o amor do planeta. Poderemos entrar em contato com qualquer pessoa, em qualquer ponto do planeta utilizando os mais diversos aparelhos tecnológicos. Correremos o risco de ficarmos muito obesos devido a falta de movimento, uma vez que tele-aprenderemos, tele-amaremos, tele-nos divertiremos, etc. Também poderemos sofrer com a falta de contato real com nossos semelhantes, uma vez que o virtual será o dominante em todas as relações.

TENDÊNCIA 7 - ÉTICA E ESTÉTICA

TENDÊNCIA 7 – ÉTICA E ESTÉTICA

7) ÉTICA E ESTÉTICA:

A qualidade funcional será um valor comum e obrigatório para qualquer produto; a vantagem competitiva estará centrada em valores éticos e estéticos. As marcas estarão preocupadas em serem reconhecidas como confiáveis e honestas, além de esteticamente perfeitas. Isso será tarefa bastante crítica em uma sociedade globalmente conectada e veloz. A reputação ética dos indivíduos será a base da sociedade de serviços. Assim como a sociedade industrial foi mais honesta e menos violenta do que a sociedade rural; a sociedade pós-industrial será mais honesta e menos violenta que aquela industrial. Portanto, os bens sucedidos serão os homens de bem. Para os atuais “falsos homens de bem” será muito difícil ter uma vida oculta, já que o conceito que temos de privacidade será aos poucos extinto pela exposição maciça e constante provocada pela conectividade crescente.

TENDÊNCIA 8 - EQUILÍBRIO

TENDÊNCIA 8 – EQUILÍBRIO

8) EQUILÍBRIO:

O mundo estará mais rico e mais desigual, o que acarretará muitos conflitos. A competitividade e a necessidade de um novo modelo forçará o desenvolvimento exequível, baseado no planejamento ecológico, econômico e social. A sustentabilidade deverá ser a tônica do sucesso, gerando um mundo mais consciente e equilibrado do ponto de vista do consumo e do conceito de felicidade. Essa tendência anda de mãos dadas com a tendência 7 da ética e estética. Para obter vantagem competitiva, além de belo e ético, deverá ser também sustentável de forma comprovada.

TENDÊNCIA 9 - CULTURA

TENDÊNCIA 9 – CULTURA

9) CULTURA:

A cultura digital vai superar a cultura analógica. Todos estarão conectados e todo o conhecimento estará disponível em um átimo de segundo. O grande desafio será a distribuição – de poder; de saber; de oportunidades; etc. A cultura será globalizada, o local dando colorido ao global. O global superará o local.

TENDÊNCIA 10 - ANDROGENIA

TENDÊNCIA 10 – ANDROGENIA

10) ANDROGENIA:

Em 2020 muitas mulheres terão um filho sem ter um marido; além de dominarem os aspectos masculinos que as escravizaram pelos últimos 10 mil anos. Elas irão gerenciar o poder com a dureza aprendida em seus tempos de submissão e estarão exatamente no centro do sistema social. Os valores hoje considerados femininos (estética, subjetividade, emotividade, flexibilidade) serão também dominados pelos homens. Ambos irão compartilhar a produção e os cuidados humanos. A androgenia irá prevalecer nos estilos de vida.

Além dessas previsões, Domenico de Masi também diz que o Brasil tem muito a ensinar ao mundo. Isso baseado em suas teorias sobre o ócio criativo e o novo modelo de sociedade que vislumbra para o futuro bastante próximo. Em meio a tanta desconfiança e desânimo sobre o modelo Brasileiro de sociedade, as palavras do professor parecem alertar a tomada de consciência sobre as oportunidades que temos em nossas mãos – agora mesmo!

brasil futuro

Em seu livro, De Masi explica o Brasil atual e sua confusão: “A contaminação consumista do modelo estadunidense já conquistou muitos aspectos da vida urbana brasileira e triunfa também no mundo dos negócios, monopolizado pelo pensamento, pelos mestres, pelos livros de negócios das business schools bostoniana e californiana. A isso deve ser acrescentada a tentação de ceder às obtusas exigências do mercado externo que inúmeras vezes solicita os piores aspectos da brasilidade: o excesso cromático e sonoro, a sensualidade desregulada, o exotismo provinciano, a dissipação do patrimônio natural, a que podem acrescentar-se a falta de autoestima, xenofilia, o escasso sentido do público, o recurso à astúcia como substituta da inteligência, a pouca confiabilidade.”

Indo além afirma: “Porém, não obstante o traço colonizador da Europa e dos Estados Unidos, o Brasil permanece o Brasil e os aspectos originais e melhores da brasilidade continuam a prevalecer sobre os importados e negativos.”

De Masi discorre sobre as palavras de Oscar Niemeyer a respeito da flexibilidade necessária para olhar o mundo. “Viva a curva!” diz o arquiteto, sublimando os aspectos flexíveis da sensualidade, da natureza traduzida nas formas das nuvens, nas curvas do mar e das montanhas e mulheres do Brasil. Conclui De Masi que este estilo de vida; e de maneira de olhar e compreender o mundo; é o que o Brasil tem como legado para toda a humanidade da era pós-industrial.

Complementando sua palestra, veja os “conselhos” deixados por De Masi para prosperar como indivíduo na nova era pós-industrial:

1) Reduza sua resistência a mudanças

2) Incentive o seu espírito criativo

3) Exercite sempre a liderança carismática

4) Envolva a todos na missão

5) Conjugue global e local

6) Cuide muito e sempre da estética de todos os lugares e coisas

7) Cuide sempre do comportamento ético e da gentileza em todas as suas ações

8) Dê sempre sentido a tudo que você faz

Um palestrante ilustre, inteligente e inspirado; com idéias positivas e incentivadoras. Como anda sua consciência para a era pós-industrial?

Anúncios

Entry filed under: Artigos, Competitividade, Cultura, Educação Executiva, Liderança, Reflexões. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , .

Como você pode realizar a tarefa de vender – sem se vender? Histórias de Vendedor…

10 Comentários Add your own

  • 1. Magna Sueli de Oliveira  |  05/05/2015 às 10:38

    Gratidão por compartilhar ensinamentos tão preciosos e construtivos!

    Responder
    • 2. Sergio Tango  |  05/05/2015 às 10:48

      Obrigado Magna pela leitura do Blog!
      abs,
      Sergio Tango

      Responder
  • 3. Fernando  |  05/05/2015 às 11:53

    Excelente post e muito bem feito, com conteudo desafiador e surpreendente. Obgo por compartilhar!

    Responder
    • 4. Sergio Tango  |  05/05/2015 às 11:56

      Obrigado, Fernando!
      Um super abraço,
      Sergio Tango

      Responder
  • 5. Antonio Mesquita  |  05/05/2015 às 19:39

    Estimado Sergio, grato por compartilhar resumo da Palestra do grande sociologo Domenico De Masi. Abraço fraterno

    Responder
    • 6. Sergio Tango  |  05/05/2015 às 19:49

      Obrigado Mesquita!!
      Pela leitura e comentário.
      Abraços,
      Sergio Tango

      Responder
  • 7. Ivan Witt  |  06/05/2015 às 7:15

    Excelente resenha. Obrigado por compartilhar. Abraço!

    Responder
    • 8. Sergio Tango  |  08/05/2015 às 9:28

      Obrigado! Valeu pela leitura,
      abraços,
      Sergio Tango

      Responder
  • 9. Silvia Grilli  |  07/05/2015 às 12:15

    Caro Sergio, eu estava justamente mexendo nas minhas anotações quando encontrei este resumo. Obrigada por registrar aquele momento com tanta precisão e sensibilidade!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

maio 2015
S T Q Q S S D
« fev   ago »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: