Deserto do Atacama

Placa na Divisa Brasil e Argentina

Divisa Brasil/Argentina - Foz do Iguaçu, dezembro 2009. Foto S. Tango

Temos a falsa sensação que fazer uma viagem de carro desta envergadura é algo impossível, ou difícil demais. Isto é uma lenda.

Com capricho na organização e no planejamento minucioso dos movimentos, o que acontece é que a viagem fica muito fácil.

Entre os dias 27/12/2009 e 21/01/2010 fizemos uma viagem inesquecível com a nossa querida “CARAVANA ROLIDEI”. Foram 13 pessoas, divididas em 4 carros em uma grande aventura que começou em São Paulo e foi até o deserto do Atacama no Chile.

O roteiro foi: São Paulo – Ponta Grossa – Puerto Iguassu – Posadas – Roque Saenz Peña – Salta – Purmamarca – San Pedro de Atacama e vice versa. A fotoa acima mostra o roteiro, onde entramos no Chile pelo Paso de Jama (que está a mais de 4000 m de altura!!) Todo o trajeto está em perfeito estado, com estradas muito boas, ótima sinalização, boa infra-estrutura em termos de combustível, hospedagem, etc.

Vale a pena!

Paso de Jama - Fronteira Argentina/Chile

Algumas coisas inesquecíveis de nossa viagem:

– As Cataratas do Iguaçu – insuperáveis.

– A passagem de Ano em uma fazenda típica Argentina, no meio da Provincia del Chaco. Chama-se “Las Curiosas”; tivemos uma ceia preparada com muito carinho pelos donos da Estância e uma lua cheia maravilhosa emuldurando o grande calor que fazia por lá. Foi muito legal!

– As ruínas das Missões Jesuíticas Argentinas em San Ignácio Mini;

– A grande reta e o grande rio desde a Provincia de Misiones até Salta, no noroeste da Argentina. (+-1000 Km sem fazer uma curva…)

– A beleza de Salta, “La Linda” e da Quebrada de Cafayate com a produção do vinho Torrontes;

– A incrível mata na serra entre Salta e Jujuy – maravilhosa paisagem!

– A surpreendente e linda Purmamarca e região; onde começa a Cordilheira dos Andes;

– O incrível cruzar da Cordilheira, com os Altiplanos a mais de 4000 m de altitude, o incrível “Salar” que mais parece um deserto de neve e as inúmeras lhamas e vicunhas do caminho.

– O incrível cenário dos vulcões ao longo do caminho.

– A grande reta de chegada até San Pedro do Atacama – a descida da Cordilheira;

– San Pedro do Atacama, uma vila interessantíssima e cheia de atrações ao redor;

– A observação astronômica no deserto – não é possível descrever isso!

– O deserto do Atacama, que é um lugar especial e único, com seus vales e descobertas.

– A arte rupestre perto de Calama,

– O incrível convívio com os amigos da CARAVANA ROLIDEI.

Muitas outras coisas e detalhes… Aqui vou colocando aos poucos o que foi acontecendo e o que foi nos enriquecendo nesta viagem. Foi algo inesquecível e maravilhoso.

Quem vai para a Cordilheira um dia, não volta o mesmo. Com certeza.

Região de Purmamarca - Argentina - Dezembro 2010

2 Comentários Add your own

  • 1. Nella Soto  |  30/04/2010 às 22:53

    Sergio,

    Qué viagem linda!. A paisagem maravilhosa!. A próxima sera a vez de ir de caravana até o Perú, entrar pela Bolivia ou pelo Acre?. E, chegar a Cusco, Machu-Picchu, Valle Sagrado!.

    Abs,
    Nella

    Responder
    • 2. Sergio Tango  |  03/05/2010 às 21:30

      É verdade Nella, a viagem foi linda!! Obrigado pelo comentário.
      Reamente tenho planejado estes roteiros citados por você para próximas oportunidades… Como falei algumas vezes nos posts sobre a Cordilheira, uma vez visitada pessoalmente, ela vai chamá-lo de volta!!!
      Um beijo e continue visitando o Blog,
      Sergio Tango.

      Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


%d blogueiros gostam disto: